Banners menino

Nossa História

A Associação Brasileira Terra dos Homens (Terra dos Homens) é uma organização sem fins lucrativos, fundada por Claudia Cabral, psicóloga atuante na área social desde 1977 e sensibilizada com o número de crianças afastadas de suas famílias, vivendo em abrigos.

O nascimento da organização é um desdobramento do trabalho iniciado por Claudia em 1985, quando atuava como coordenadora de um programa de adoção inter-racial tardia da Fondation Terre des hommes, Lausanne, Suíça.

A então responsável pelo programa, criou a Terra dos Homens brasileira, constituindo uma diretoria, nomeando conselheiros e adquirindo autonomia jurídica em 1996. Tal autonomia possibilitou o estabelecimento de novas parcerias e a ampliação de seu campo de atuação no Brasil, como resultado da busca incessante de Claudia por concretizar a missão de ser agente da mudança de um sistema assistencialista injusto.

No ano de 2003, a Terra dos Homens é certificada como entidade de Utilidade Pública Federal. Em 2006, é certificada como entidade de Utilidade Pública Estadual e Beneficente de Assistência Social.

Resultados:

Desde 1996, o trabalho realizado pela Terra dos Homens já beneficiou mais de 13 mil crianças e adolescentes e mais de 4 mil famílias. Desde 2001, o Centro de Formação e Incentivo à Convivência Familiar e Comunitária capacitou mais de 10 mil profissionais, beneficiando indiretamente mais de 14 mil crianças e adolescentes.

Prêmios e reconhecimentos:

• Medalha Zilda Arns Neumann, em reconhecimento pela execução em rede do Movimento Nacional Pró-Convivência Familiar e Comunitária - 2017.

• Finalista no Prêmio ODM Brasil - 2014.

• Prêmio de Reconhecimento Fundação Air France / Paris, em reconhecimento ao trabalho de reintegração familiar de uma criança em situação de rua - 2011.

• Prêmio de Responsabilidade Social Carlos Fernando de Carvalho, da Associação de Imprensa da Barra da Tijuca - 2011.

• Finalista no Prêmio Visionaris Terceira Edição Brasil, promovido pelo Banco UBS, em reconhecimento ao empreendedorismo social da diretora da ABTH, Claudia Cabral - 2007.

• Prêmio Neide Castanha de Direitos Humanos, na categoria Produção Acadêmica, com a publicação “Metodologia de atendimento à criança e ao adolescente vítima de violência sexual”, que a ABTH ajudou a construir - 2007.

• Reconhecimento formal da Partners of the Americas - 2007.